segunda-feira, 15 de outubro de 2007

Pensamentos

Represarei meus pensamentos,
Para que em mim se reflitam
As estrelas da noite
E as luzes da manhã...
Deixarei de correr entre campos e gargantas
Para sentir a carícia do vento
E refletir em minhas águas
Os píncaros nevados da montanha.
Represarei meus pensamentos
Em ti e para o vôo dos pássaros,
A marcha das nuvens,
E o degelo das neves.
Deixarei de correr por vales e desejos
Se na tranquilidade de minha água
Houver o espelho nítido e profundo
Onde se reflita os gestos de tuas mãos
E o brilho dos teus olhos e a beleza de teu rosto.
Então adormecerei no fundo de mim mesmo
E sobre meus olhos abertos para a eternidade,
Vejo teu olhar no escuro sob a noite.
Estrelas brilham menos que teu olhar,
A lua brilha mais que todo meu ser quando teus doces lábios
Morrem em meu beijo.
São pensamentos estes que permanecem em mim e em
Minhas águas profundas onde lá moram peixes.
Das suas escamas vejo o refletir da lua e sonho...

2 comentários:

  1. Obrigada pela tua visita.

    Gostei dos teus pensamentos, em forma de poema... Um sentir terno e profundo.

    *

    ResponderEliminar

Loucamente