terça-feira, 18 de agosto de 2009


Quando eu for, um dia desses,Poeira ou folha levada
No vento da madrugada,
Serei um pouco do nada
Invisível, delicioso
Que faz com que o teu ar
Pareça mais um olhar,
Suave mistério amoroso,
Cidade de meu andar
(Deste já tão longo andar!)
E talvez de meu repouso... Mário Quintana
E num olhar doce como uma miragem
Livre como um pássaro
Terno como um por do sol
Beijamo-nos apaixonadamente
Num livro onde escrevo páginas soltas
De um conhecimento desconhecido
Coberta de abraços e recordações
Digo te livremente
Nascer do sol maravilhoso





9 comentários:

  1. "águas das fontes calai
    óh ribeiras chorai
    que eu não volto a cantar"

    ResponderEliminar
  2. Delícia...sonho...
    Linda foto..faz a gente sonhar..sentir paz..serenidade..
    Lindo fim de semana..
    Bjssssssssssss

    ResponderEliminar
  3. Quando se abre uma janela...
    Para um novo AMOR
    Abre-se LIVREMENTE
    para um Nascer do Sol maravilhoso

    "Quando se abre uma janela...

    Quando se fecha uma janela,
    deixando para trás a sequela,
    carrega-se consigo a dor
    do amor que não se apaga,
    que sempre vira chaga
    deixando feridas expostas,
    como respostas,
    a um amor que se foi...

    Quando se fecha uma janela,
    abrindo outra em seguida,
    não te lembrarás mais
    da despedida,
    da dor, ou da ferida...

    Será sempre
    um novo amanhecer,
    outros amores irão
    acontecer
    trazendo consigo
    o balsamo da cura.

    E nesta luta
    que não perdura:
    - Entre a dor e o amor,
    Só conheceremos o vencedor...
    Quando abrirmos uma nova janela
    com vista para a Esperança,
    Para ver um novo AMOR nascer...

    Bjtus e "txorrisos"

    ResponderEliminar
  4. Quando se abre uma janela...
    Entra um novo amor
    Entra LIVREMENTE
    um Nascer do sol maravilhoso
    Uma vida para encher outra Vida!

    Quando se abre uma janela...

    "Quando se fecha uma janela,
    deixando para trás a sequela,
    carrega-se consigo a dor
    do amor que não se apaga,
    que sempre vira chaga
    deixando feridas expostas,
    como respostas,
    a um amor que se foi...

    Quando se fecha uma janela,
    abrindo outra em seguida,
    não se lembrarás mais
    da despedida,
    da dor, ou da ferida...

    Será sempre
    um novo amanhecer,
    outros amores irão
    acontecer
    trazendo consigo
    o balsamo da cura.

    E nesta luta
    que não perdura:
    - Entre a dor e o amor,
    Só conheceremos o vencedor...
    Quando abrirmos uma nova janela
    com vista para a Esperança,
    Para ver um novo AMOR nascer..."

    Bjtus e "Txorrisos"

    ResponderEliminar
  5. Acho que conheço esta praia. FF ?
    Gostei das fotos. É praia sem verão.

    ResponderEliminar
  6. A segunda foto a contar de baixo e a terceira a contar de cima é que são FF:)

    ;) As outras não..mas é perto;)

    ResponderEliminar

Loucamente